Internacional

Meio milhão de tubarões poderão ser mortos devido à vacina da COVID-19

A maioria das vacinas que estão sendo criadas para combater o novo vírus usa esqualeno, um óleo fornecido pelo fígado dos tubarões. Os ativistas temem que a exigência dessa substância leve à eliminação de certos tipos de tubarões. É que 500 mil tubarões poderiam ser mortos para fazer vacinas contra COVID-19.

Conforme indica a Sky News, a mídia britânica, os tubarões produzem um óleo no fígado, conhecido como esqualeno, que está sendo utilizado no avanço de grande parte das imunizações que estão sendo feitas para combater o Coronavírus.

O esqualeno é a partir de agora uma substância que a medicação e o estilo vêm utilizando há bastante tempo, e por causa de um anticorpo contra infecções, esse fixador é particularmente utilizado, visto que aumenta a viabilidade do tratamento.

Por exemplo, detalha a Sky News, a farmacêutica britânica GlaxoSmithKline atualmente utiliza este óleo em suas vacinas contra a gripe.

De acordo com a afiliação americana Shark Allies, citada pelo jornal online Notícias ao Minuto, 3.000 tubarões devem receber uma enorme quantidade de esqualeno e para toda a população total obter uma parte da imunização Covid-19, será importante matar cerca de 250 mil dessas criaturas marinhas. Para duas porções, uma grande parte de um milhão de tubarões será necessária.

Para garantir que os tubarões não se tornem uma espécie ameaçada por causa dessa imunização, os pesquisadores estão tentando uma opção ao esqualeno, uma adaptação manufaturada feita a partir do envelhecimento da cana. No entanto, ainda não há um acordo.

Os especialistas estão preocupados com o aumento do interesse por óleo de fígado de tubarão e temem que a necessidade de esqualeno leve à eliminação de certos tipos dessas criaturas marinhas, algumas das quais agora estão em perigo de desaparecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *