Cultura

União Europeia apoia artes e cultura com 7,8 milhões de euros

Os criadores de expressões e cultura nos países de língua portuguesa vão lucrar com uma ajuda monetária de até 7,8 milhões de euros para a construção dos seus exercícios, com destaque especial para a garantia da criação de cargos para mulheres e jovens.

A União Europeia disponibilizou quase 8.000.000 de euros para financiar antecipações de produção de profissões e remuneração viável na música, expressões cénicas e redação infantil nos países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste. Este é o programa de Subsídios do PROCULTURA coordenado esta sexta-feira em Maputo pelo Embaixador da União Europeia, Antonio Sánchez-Benedito.

Precisamos de trabalhar na cultura não de uma forma habitual, com ocasiões sociais, mas o mais importante, fazer uma associação extremamente estreita com a realização de negócios e aberturas de vencimentos, em particular para os mais jovens, esclareceu António Sánchez-Benedito, Embaixador da Europa União .

O subsídio agora despachado em Maputo inclui três parcelas para honra de prémios abertas até 9 de novembro de 2020, para candidaturas de elementos de pessoas em geral e partes privadas. O principal ramo de financiamento varia entre 20 mil e 35 mil euros, o segundo entre 500 mil e 1 milhão de euros e o terceiro entre 300 mil e 600 mil euros.

O envio destes prémios acompanha uma pertinência alargada e uma extraordinária porta aberta no actual cenário, disse Carolina Cordeiro, responsável pela área de Negócios em Portugal.

A tarefa está agora a indicar resultados promissores, concedendo bolsas de licenciatura e pós-graduação a estudantes universitários moçambicanos. Além disso, a PROCULTURA oferece ajuda especializada e monetária para fortalecer itens e administrações na região.

Essas atividades estão auxiliando positivamente na utilização da parte social como um território significativo para o aprimoramento de nossas nações, focando nos jovens, mulheres, inclusive crianças, tornando-se mais cargos e condições essenciais para a difusão e comercialização da música e expressões performáticas, avançou o Ministro Conselheiro da União Europeia, Vicente Manuel.

O PROCULTURA é um empreendimento do Programa PALOP-TL-EU financiado pela União Europeia, cofinanciado e supervisionado pelo Instituto Camões e Fundação Calouste Gulbenkian e um meio para contribuir para o fortalecimento da economia inventiva e social, para dinamizar a profissionalização e mudança de segmento promovendo a empregabilidade e a consideração das mulheres e dos jovens.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *